Sistema de numeração romano

Hoje em dia, os relógios que usamos ou que temos em casa contêm a numeração em forma de decimal (1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11 e 12) na representação das horas. No entanto, relógios bem mais antigos tinham o sistema de numeração romano (I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XI e XII) em seus mostradores.

Apesar de a numeração romana ter se desenvolvido na Roma Antiga, ela não foi esquecida nem se perdeu ao longo do tempo e continua sendo utilizada em pleno século XXI (21). O sistema romano de numeração até hoje é utilizado para designar, por exemplo, os números de capítulos de uma obra (Cap. I, Cap. II, etc), nomes de papas e imperadores (Papas João Paulo II e Bento XVI, Ricardo III), cenas de um teatro (ato I, II, III, etc), datas de acontecimentos históricos e na designação de olimpíadas e congressos (Jogos Olímpicos de 2016 serão os Jogos da XXXI Olimpíada, por exemplo).

Como você pode perceber os sistemas de numeração romana utilizam letras do alfabeto maiúsculas como símbolos. A cada uma das sete letras maiúsculas é atribuído um valor.

Símbolos e valores do sistema de numeração romano

Regras para calcular os números romanos

  • Os romanos não tinham representação para o zero, por isso o início do sistema de numeração romano começa com o numeral 1. 
     
  • Os numerais I, X, C, M só podem ser repetidos até três vezes.

     

    I = 1

    X = 10

    C = 100

    M = 1.000

    II = 2

    XX = 20

    CC = 200

    MM = 2.000

    III =3

    XXX = 30

    CCC = 300

    MMM = 3.000

  • Não se pode repetir um algarismo lado a lado mais de três vezes seguidas. Assim sendo, 

     

    XIII = 13

    XIV = 14

    XXXIII = 33

    XXXIV = 34

    CCC = 300

    CCCI = 301

     

  • As letras "V", "L" e a "D" não podem se duplicar.

     

    V = 5

    L = 50

    D = 500

     

  • As letras "X", "C" e "M representam seu valor duplicado.

     

    XX = 20

    CC = 200

    MM = 2000

     

  • Se entre duas cifras quaisquer existe outra menor, o valor desta pertencerá a letra seguinte a ela.

     

    XIX = 19

    LIV = 54

    CXXIX = 129

 

  • Os numerais I, X e C, escritos à direita de numerais maiores, somam-se seus valores aos desses numerais.

     

    VII = 7 (5 2) 

    LXXIII = 73 (50 20 3)

    CXXX = 130 (100 30)

    LX = 60 (50 10)

    CX = 110 (100 10)

    MCC = 1.200 (1.000 200)

     

  • Os numerais I, X e C, escritos à esquerda de numerais maiores, online casino subtraem-se seus valores aos desses numerais.

     

    IV = 4 (5-1) 

    XL = 40 (50-10)

    CD = 400 (500-100)

    IX = 9 (10-1)

    XC = 90 (100-10)

    CM = 900 (1.000-100)

     

  • Quando se quer representar um número romano multiplicado por mil, coloca-se um traço horizontal sobre o número romano. Veja o exemplo de 1 milhão, que é 1.000 vezes 1.000.

     

    1 milhão romano

    (1.000 x 1.000)

Numeração romana de 1 até 100

1 – I

26 – XXVI

51 – LI

76 – LXXVI

2 – II

27 – XXVII

52 – LII

77 –LXXVII

3 – III

28 – XXVIII

53 – LIII

78 – LXXVIII

4 – IV

29 – XXIX

54 – LIV

79 – LXXIX

5 – V

30 – XXX

55 – LV

80 – LXXX

6 – VI

31 – XXXI

56 ­– LVI

81 – LXXXI

7 – VII

32 – XXXII

57 – LVII

82 – LXXXII

8 – VIII

33 – XXXIII

58 ­– LVIII

83 – LXXXIII

9 – IX

34 – XXXIV

59 ­– LIX

84 – LXXXIV

10 – X

35 – XXXV

60 – LX

85 – LXXXV

11 – XI

36 – XXXVI

61 – LXI

86 – LXXXVI

12 – XII

37 – XXXVII

62 ­– LXII

87 – LXXXVII

13 – XIII

38 – XXXVIII

63 – LXIII

88 – LXXXVIII

14 – XIV

39 – XXXIX

64 ­– LXIV

89 – LXXXIX

15 – XV

40 – XL

65 ­–LXV

90 – XC

16 – XVI

41 – XLI

66 – LXVI

91 – XCI

17 – XVII

42 – XLII

67 ­– LXVII

92 – XCII

18 – XVIII

43 – XLIII

68 – LXVIII

93 – XCIII

19 – XIX

44 – XLIV

69 – LXIX

94 – XCIV

20 – XX

45 – XLV

70 – LXX

95 – XCV

21 – XXI

46 – XLVI

71 – LXXI

96 – XCVI

22 – XXII

47 – XLVII

72 ­– LXXII

97 – XCVII

23 – XXIII

48 – XLVIII

73 – LXXIII

98 – XCVIII

24 – XXIV

49 – XLIX

74 – LXXIV

99 – XCIX

25 – XXV

50 – L

75 – LXXV

100 – C