Transistor – o que é e como funciona

Com certeza você sabe o que é modem, cabo USB, processador, memória RAM e muitas outras terminologias ligadas ao computador, mas você sabe o que é transistor? Sabe como funciona um transistor? Sabe que um transistor também é um componente do computador?

Pois bem, o transistor é um componente eletrônico semicondutor de corrente elétrica, que foi criado para substituir a válvula eletrônica nos computadores. O objetivo, portanto, era criar um componente que fosse menor que a válvula, que gastasse menos energia e fosse mais barato.

No final da década de 1940 – mais precisamente em novembro de 1947 – , cientistas inventaram o transistor enquanto pesquisavam uma maneira de tornar as válvulas menores e mais eficientes, já que consumiam muita energia. Eles estavam fazendo testes com possíveis substituos para as válvulas quando descobriram que quando aplicada certa tensão a um dos terminais do componente, o sinal que saía no outro terminal era amplificado. O transistor foi inventado e se tornou o responsável pela amplificação de sinal, além de servir como um controlador interrompendo ou liberando a passagem de corrente elétrica.

John Bardeen, Walter Brattain e William Shockley foram os responsáveis pela invenção do transistor, uma das mais importantes na história moderna da civilização.

Como Funciona o Transistor

Transistor

Mas, qual é a função do transistor? Na verdade ele tem duas funções, amplificar um sinal elétrico e controlar o fluxo da corrente elétrica, como um botão de liga/desliga.

O transistor possui três terminais (emissor, coletor e base), cada um com a sua função específica. No transistor, o emissor e o coletor são conectados a um circuito elétrico que pode ou não ser alimentado por uma corrente. Já a base é ligada a outro ponto do circuito que tem como objetivo controlar o estado do transistor. Um dos terminais, por exemplo, recebe a tensão elétrica, o outro envia o sinal simplificado e o terminal do meio regula a corrente elétrica entre os dois terminais, ou seja, ele interrompe ou libera a passagem da corrente elétrica, controlando o fluxo de energia que passa no circuito.

Assim sendo, dependendo da quantidade de tensão aplicada ao terminal do meio, é que será determinada a intensidade da corrente que sairá pelo terminal de saída. Se a tensão elétrica chegar à base, o transistor funciona como um condutor, pois ele se "abre". Desta forma, a corrente elétrica flui entre emissor e coletor, e o circuito elétrico vai sendo alimentado. Quando ocorre o contrário, ou seja, se a tensão elétrica não chegar à base dos transistores, ele se transforma em um isolante, se "fecha", e o fluxo da corrente elétrica não pode mais seguir o seu caminho. Por isso, nesse caso, não haverá circulação de corrente elétrica, pois a alimentação do circuito terá sido cortada, totalmente interrompida. 

Os transistores são colocados em circuitos integrados para serem os condutores de energia. Pense em canos que levam a água para torneiras. No caso, os transistores regulam o fluxo de energia elétrica que passa nos circuitos de qualquer aparelho eletro-eletrônico.

Transistores e computadores

Processador

Já está claro que os transistores controlam o fluxo de energia que passa no circuito elétrico. Pois bem, então é fácil entender que os transistores são peça importante nos processadores dos computadores.

Depois da descoberta do transistor, os cientistas foram além e perceberam que era possível utilizar vários transistores no mesmo circuito integrado, um controlando o outro para poder alcançar um maior fluxo de energia e dados.

Por causa da potência, rapidez e velocidade com que consegue agir, pode-se afirmar que os transistores são a base da computação moderna. Isto porque nos processadores dos computadores há bilhões de transistores ligados entre si, que juntos conseguem realizar operações complexas como, por exemplo, restabelecer uma corrente elétrica que foi interrompida 1 bilhão de vezes em um segundo.

Com o passar dos anos, os transistores foram diminuindo de tamanho, por isso nos processadores modernos seu tamanho é microscópico, ou seja, eles medem bilionésimos de milímetro. E por serem cada vez menores, foi possível reduzir também o tamanho dos computadores, que, apesar de menores, estão muito mais potentes que os computadores antigos, maiores e mais pesados.

O transistor se tornou o mais importante componente dos circuitos eletrônicos digitais encontrados dentro dos nossos computadores modernos.