Micro SD dentro do pen drive – qual é a verdade?

Ultimamente está circulando nas redes sociais uma postagem de um usuário que ao abrir seu pen drive que parou de funcionar, se deparou com um cartão de memória micro sd dentro. Ficamos intrigados e fomos pesquisar sobre o assunto. Descobrimos que realmente existem muitos pen drives que utilizam um cartão Micro SD para salvar os arquivos…

Quando o pen drive é de origem duvidosa (produtos falsificados da China por exemplo) essa prática é muito comum. Eles colocam um cartão micro SD dentro de um case e voilá, está criado um "pen drive". Na verdade esse pen drive serve de adaptador USB para o cartão micro SD, então se der problema no pen drive vale a pena tentar abrir, retirar o cartão micro SD e colocá-lo em outro adaptador usb.

Mas existem outros pen drives que são feitos com chips de memória flash, aí não tem o cartão SD. Outro caso que pode acontecer é o micro SD não ser reconhecido se for colocado diretamente dentro de outro dispositivo, como o seu celular por exemplo. Para ler o cartão é preciso colocá-lo em adaptadores USB, que terão os mesmos componentes e aí o micro SD estará preparado para reconhecer os comandos do microcontrolador.

Isso por que mesmo quando é colocado um micro SD dentro de um pen drive, é necessário também incluir um chip controlador, responsável pela interface entre o controlador de entrada USB e o chip de memória, além do cristal clock (que é usado para ler ou enviar dados a cada pulso) e placa de circuito.

O cartão micro SD é o mesmo que usamos no celular por exemplo, mas USB e SD são duas interfaces diferentes. Os adaptadores de Micro SD para USB são comumente chamados leitores de cartão SD. Eles têm um microcontrolador que converte o protocolo SD para o protocolo USB. Sendo assim às vezes não basta tirar o micro SD e colocar direto em outro dispositivo, o cartão precisará de um outro circuito com o protocolo USB que somente outro adaptador para micro SD com USB terá. É como se o Micro SD fosse preparado especialmente para responder aos circuitos e comandos específicos do Pen Drive, que são os mesmos dos adaptadores.

Mas vários pen drives se utilizam de cartões MIcro SD comuns, que podem ser comprados em qualquer loja. Nesse caso ele funcionará em qualquer lugar, de qualquer maneira. Ou com adaptadores USB, ou dentro de outros dispositivos.

USB Flash Drive

Um pen drive funciona basicamente com memória flash. A memória flash vem em um chip que mantém informações armazenadas sem a necessidade de uma fonte de energia. Essa tecnologia é usada em uma infinidade de aparelhos eletrônicos que usamos no nosso dia a dia. Computadores, celulares, iPods e como dissemos antes, nos pen drives.

Ou seja, dentro do cartão micro SD há um chip de memória flash. Então, alguns pen drives usam só o chip de memória flash ligado aos seus circuitos, outros usam direto o cartão Micro SD. Mas por que isso?

Pen Drive 3.0

Isso se dá devido ao fato do cartão Micro SD ter ficado bem barato, além do fato dele já vir com os conectores para transferência de dados. Então às vezes é mais barato para o fabricante do pen drive colocar direto um cartão micro sd dentro do dispositivo ao invés de colocar um chip de memória flash e ainda ter que fazer os circuitos de comunicação. O pen drive passa então a ser um mero adaptador USB para o catão micro SD.

Outro caso é que várias empresas de fundo de quintal montam pen drives usando os cartões Micro SD, já que não podem fabricar os chips de memória flash. O mercado está inundado de pen drives chineses que se utilizam desse expediente. Basta comprar milhares de cartões micro SD, adaptadores usb para os cartões, tirar os componentes dos adaptadores e colocar junto com o micro SD de uma capa bonitinha. Eis o seu pen drive!

Uma prova disso são os inúmeros adaptadores usb vendidos pela internet como leitores de cartão, micro adaptadores e até pen drives. Basta inserir seu micro SD dentro de um desses adaptadores bonitinhos e você acabou de fazer o seu próprio "pen drive".

Adaptador USB vendido como leitor de micro sd

Mas empresas grandes ainda fabricam os pen drives como tem que ser feito, com chips de memória flash dentro, o que os tornam dispositivos realmente únicos, e não um mero adaptador usb.

Assista ao vídeo e veja a fabricação de cartões Micro SD e pen drives.

  • Primeiro é produzido o chip de memória flash, que será o responsável pelo objetivo principal dos cartões e pen drives: armazenar dados.
  • São 800 processos até que as pastilhas possam ser encaminhadas para a próxima etapa.
  • Os chips são destacados das pastilhas e impressos em PCIs (placas de circuito impresso)
  • Note que uma linha de ouro da espessura de um fio de cabelo é usada para fixar os componentes
  • Está pronto o dispositivo que permitirá ao cartão armazenar e transferir dados.
  • O próximo passo é colocar os chips dentro da carcaça dos cartões microSD ou dos pendrives
  • Métodos rigorosos testam o funcionamento dos dispositivos prontos
  • Informações são gravadas no corpo dos produtos
  • O final do processo inclui etiquetagem, embalagem e distribuição

Como recuperar arquivos de pen drive e cartão de memória

Se seu pen drive deu problemas e você não deu sorte de encontrar um cartão micro sd dentro dele, ou mesmo se o seu cartão de memória também deu pau, existem programas que podem te ajudar a recuperar o conteúdo que parece perdido.

  • Comece baixando o Recuva
  • O programa vem em português, o que facilita bastante
  • Depois de instalar uma tela aparece com opções de recuperação de arquivos
  • No caso de pen drives é melhor escolher a última opção: Outros – mostrar todos os arquivos

Recuva 1

  • Clique em avançar. Outras opções aparecerão. No caso de pendrives, as opções de procurar no meu cartão de mídia ou selecionar uma localização específica podem ser escolhidas.

Recuva 2

  • O Recuva está pronto para ser usado. Caso o processo mais simples de varredura não tenha dado resultados, habilite a “Verificação Profunda”. Essa opção pode dar melhores resultados porém demora mais tempo.

Recuva 3

  • Clique em “Iniciar” para executar o processo e aguarde sua conclusão. Ao final da varredura basta selecionar os arquivos que quer restaurar e clique em “Recuperar” salvando-os em uma pasta de sua preferência.

Outros programas para recuperar dados

Se o Recuva não der jeito outros programas podem te ajudar. Eles servem não apenas para recuperar dados de cartões de memória e pendrives, mas também para recuperar dados de HDs externos e drives do computador.