Estrias – O que são e como trata-las

Saúde e Corpo1.477 Visualizações

Toda mulher é vaidosa e gosta de se sentir bem, gosta de olhar para o espelho e ver que seu corpo está legal e que tudo está no lugar certo. Porém, apesar de as mulheres desejarem a perfeição, não é isso o que acontece. Olhando-se no espelho as mulheres são capazes de descobrir um monte de defeitos, que podem até mexer com a sua autoestima. Dois deles parecem incomodar mais: celulites e estrias. Mas o que são as estrias? Como elas surgem?

 

A estria ocorre quando as camadas que formam a nossa pele (colágeno e elastina) esticam ou se rompem. A partir daí, a derme se rompe e forma uma cicatriz. A estria surge devido a diversos fatores como alterações hormonais durante a gravidez, ganho de peso acelerado, excesso de exercícios físicos e ressecamento da pele. Elas aparecem com mais frequência nas seguintes partes do corpo: quadril, culote, braço, coxa, mama, barriga e nádegas.

As mulheres sofrem mais com as estrias do que os homens. É comum que as estrias comecem a aparecer ainda durante a adolescência, na fase adulta e na gravidez. No início as estrias apresentam um tom avermelhado ou arroxeado, mas com o passar do tempo elas podem ficar brancas.

Infelizmente, a estria não tem cura, mas é possível amenizá-la, ou seja, fazê-la reduzir de tamanho com prevenção e tratamento adequado. Por isso, é importante começar a cuidar da estria assim que ela é identificada, para que o tratamento seja mais eficaz e o resultado estético seja o melhor possível.

Cuidar da alimentação, fazer atividades físicas regulares, manter a pele hidratada, beber bastante água e não ganhar massa muscular rapidamente ajudam a prevenir o aparecimento das estrias. Ou seja, quanto mais homens e mulherese tiverem uma vida saudável, melhor.

 

É muito comum que as mulheres apresentem estrias na gravidez, principalmente na região abdominal e dos seios. Entre os motivos do surgimento da estrias na gravidez estão as mudanças hormonais que acontecem no corpo da mulher durante a gestação. O estiramento excessivo ou rápido da pele também contribui para que as mulheres grávidas apresentem um maior número de estrias, pois há o rompimento das fibras elásticas e de colágeno. Esse estiramento da pele pode ocorrer, por exemplo, devido ao aumento de peso durante a gestação. Normalmente, mulheres que tem mães e avós com estrias durante a gravidez estão mais propensas ao aparecimento de estrias. É claro que as mulheres grávidas podem reduzir ou até prevenir o aparecimento das estrias, basta que elas tomem alguns cuidados com a pele antes, durante e depois da gestação.

Mas, se as estrias são inevitáveis, o que fazer para evitar estrias? A seguir você confere algumas dicas sobre como eliminar as estrias e também os tipos de tratamento mais comuns. 

Como as estrias aparecem

  • Engorda e emagrece – o efeito sanfona ajuda no aparecimento das estrias. Isso ocorre porque com o aumento de peso, as células não têm tempo de se duplicar proporcionalmente ao excesso de gordura.
  • Gravidez – o aumento de peso, os hormônios da gravidez e o crescimento da barriga influenciam no aparecimento das estrias. Uma dica é controlar o peso durante a gravidez (nao deve ser superior a 12 quilos) e hidratar bem o corpo.
  • Excesso de exercícios – ao contrário do que muita gente pensa, o excesso de exercícios também pode ser um fator desencadeador de estrias. Isso é possível porque quando os músculos aparecem de forma muito rápida eles acabam esticando demais a pele e rompendo suas fibras.
  • Hormônios – a grande quantidade de hormônios durante a puberdade pode proporcionar mudanças no corpo, como o aparecimento de estrias.
  • Rápido crescimento – o corpo necessita de tempo para se adaptar ao crescimento dos órgãos, por isso se há um crescimento rápido na puberdade, a estria tende a aparecer.

Dicas para combater as estrias

  • Cuide da alimentação. Uma dieta pobre em proteínas pode predispor a flacidez e estrias.
  • Beba bastante líquido, de preferência de 2 a 3 litros diários.
  • Hidrate a pele diariamente com cremes ou óleo de amêndoas por todo o corpo, principalmente nas pernas, seios, bumbum e abdomen.
  • Pratique atividades físicas para evitar o efeito sanfona, ou seja, evite emagrecer ou engordar constantemente.

Tratamento para estrias

Assim que você detectar que as estrias já estão aparecendo, consulte um dermatologista. Só ele poderá lhe indicar o tratamento para estrias mais indicado ao seu caso. Confira alguns dos tratamentos mais comuns.

  • Laser fracionado – produz poucos efeitos colaterais. Os feixes de luz são direcionados para a estria e penetram a pouco mais de 1 milímetro de profundidade na pele. Desta forma, a produção de colágeno e elastina é estimulada.
  • Carboxiterapia – técnica que consiste na injeção de gás carbônico medicinal no tecido subctâneo, debaixo da pele. O objetivo é melhorar a circulação na área que está sendo tratada e reduzir as estrias através do restabelecimento de fibras da pele.
  • Peeling – consiste na aplicação de um ácido em uma forma mais concentrada sobre a área com estrias. O ácido permanece na pele por seis a oito horas, sendo eliminado durante o banho.
  • Lipoaspiração – em alguns casos a aspiração da gordura superficial na região onde não há estrias estimula a produção de colágeno da pele, melhorando sua elasticidade.
  • Dermoabrasão – consiste no lixamento da pele, fazendo com que seja eliminada uma boa parte da camada superficial da epiderme. Esse tipo de tratamento também ajuda na produção de colágeno e elastina. Indicado para estrias brancas e profundas.
  • Luz Pulsada – o aparelho emite luz que gera calor na pele, estimulando o colágeno. Indicado para estrias mais recentes.
  • Ácidos – cremes ou géis à base de ácido retinoico ou alfa-hidroxi-ácidos (AHA) aceleram a renovação celular e atuam na formação de colágeno novo. Durante o tratamento evitar a exposição da pele ao sol.
  • Creme para estrias – há diversos tipos de creme para estrias. Em sua composição existem nutrientes que protegem o colágeno e a elastina da degradação. Os cremes também hidratam a pele e possuem propriedades antioxidantes. Os cremes devem ser aplicados após o banho. Devem ser aplicados duas vezes ao dia, de manhã e à noite.

Receita caseira para combater estrias

Ingredientes
50 mol de Bepantol
30 ml de óleo de rosa mosqueta
1 vasilha com tampa (plástica ou vidro)

Modo de preparo 
Misture todos os ingredientes na vasilha, tampe e mexa bastante para misturar.