Diversão com trava-línguas

Fale rápido se for capaz: um ninho de mafagafos, com cinco mafagafinhos, quem desmafagafizar os mafagafos, bom desmafagafizador será. Então, foi fácil? Pois saiba que este é um dos mais famosos trava línguas e que não é qualquer pessoa que consegue falar com desenvoltura e de forma rápida versos como este. Mas, o que é trava línguas?

 

Oriundo da cultura popular, o trava línguas é uma modalidade de parlenda, ou seja, de rima infantil, que pode aparecer sob a forma de frase ou verso. Essa denominação foi dada devido à dificuldade que as pessoas têm para pronunciar as palavras e sentenças sem tropeços, ou seja, sem travar a língua e de forma correta. Assim sendo, na brincadeira do trava língua infantil, criada com a finalidade de entreter a criançada, quanto mais dificuldade a pessoa tiver para fazer a leitura das frases ou dos versos, melhor. Isto porque quando são faladas rapidamente, frequentemente crianças e adultos trocam as palavras ou as pronunciam de modo errado. O que acaba provocando muitas risadas.

A dificuldade em falar o trava língua é porque os versos ou frases contam com grande concentração de sílabas parecidas e difíceis de pronunciar, pois exigem movimentos repetidos de língua. Além disso, o trava língua também pode ser formado por sílabas com os mesmos sons, mas em ordem diferente. Por isso, as palavras saem embaralhadas.

 

Para que a brincadeira fique ainda mais animada, o trava língua deve ser falado o mais depressa possível, sem pausa e com clareza. Lido devagar, não tem graça. Durante a brincadeira, há também quem peça para o amigo falar o mesmo trava-língua três vezes seguidas, o que pode provocar muitas risadas, pois algumas sílabas são bem difíceis de serem pronunciadas rapidamente. Outro ponto importante é que o trava língua deve ser repetido de cor, ou seja, nada de leitura.

Mais presente no interior do país, o trava língua faz parte do folclore brasileiro. E além de ser uma brincadeira, o trava línguas também pode servir para aperfeiçoar a pronúncia das crianças, já que é necessário ser muito bem articulado com as palavras para não cometer erros, principalmente porque em muitos trava línguas são usadas palavras que jamais são ditas no dia a dia.

Confira a seguir exemplos de frases de trava língua. Você pode treinar em casa e depois desafiar seus amigos para saber quem é o melhor na arte de pronunciar as palavras sem tropeçar na língua. Com certeza você vai se divertir muito. 

Trava línguas

EXEMPLOS DE TRAVA LÍNGUAS

  • A vaca malhada foi molhada por outra vaca molhada e malhada.
  • Chupa cana chupador de cana na cama chupa cana chuta cama cai no chão.
  • Minguinho, seu vizinho, pai de todos, fura bolo e mata piolho.
  • O rato roeu a roupa do Rei da Rússia que a Rainha, com raiva, resolveu remendar.
  • O princípio principal do príncipe principiava principalmente no princípio principesco da princesa.
  • Quico quer quaqui. Que quaqui que o Quico quer? O Quico quer qualquer quaqui.
  • Três pratos de trigo para três tigres tristes.
  • Luzia lustrava o lustre listrado, o lustre listrado Luzia.
  • Fala, arara loura. A arara loura falará.
  • A vida é uma sucessiva sucessão de sucessões que se sucedem sucessivamente, sem suceder o sucesso.
  • A Iara agarra e amarra a rara arara de Araraquara.
  • Em rápido rapto, um rápido rato raptou três ratos sem deixar rastros.
  • Um limão, mil limões, um milhão de limões.
  • Fia, fio a fio, fino fio, frio a frio.
  • A mulher barbada tem barba boba babada e um barbado bobo todo babado!
  • Farofa feita com muita farinha fofa faz uma fofoca feia.
  • Fui caçar socó, caçei socó só, soquei socó no saco socando com um soco só.
  • Atrás da porta torta tem uma porca morta.
  • O rato roeu a roupa do rei do Roma. Rainha raivosa rasgou o resto.
  • Quem a paca cara compra, paca cara pagará.
  • Paulo Pereira Pinto Peixoto, pobre pintor português, pinta perfeitamente, portas, paredes e pias, por parco preço, patrão.
  • Toco preto, porco fresco, corpo crespo.
  • Sabia que a mãe do sabiá não sabia que o sabiá sabia assobiar?
  • Caixa de graxa grossa de graça.
  • O padre pouca capa tem, porque pouca capa compra.
  • Eu congelo a água gelada com gelo que tem selo à prova d'água.
  • Essa trava é uma trova prá te entravar. Entravar com uma trova é uma trava de lascar!
  • Essa pessoa assobia, enquanto amassa e assa a massa da paçoca de amendoim.
  • Bote a bota no bote e tire o pote do bote.
  • A rua de paralelepípedo é toda paralelepipedada.
  • Bagre branco, branco bagre.
  • A babá boba bebeu o leite do bebê.
  • A naja egípcia gigante age e reage hoje, já.
  • Cozinheiro cochichou que havia cozido chuchu chocho num tacho sujo.
  • E a Rosa Rita Ramalho do rato a roer se ria !!!!
  • Devora dor doída, distante da dor desmedida, daquilo dista dimensões, do devorador disto!
  • Chega de cheiro de cera suja.
  • Eu cantarolaria, ele cantarolaria, nós cantarolaríamos, eles cantarolariam.
  • O marteleiro acertou Marcelo com o martelo. Martelo, marteleiro, martelada, Marcelo, dor que não quero!
  • Rebola reboladeira, menina reboladora. Rebolando é que se rebola, cuidado para não pegar o "amigo" do ébola!
  • É muito socó para um socó só coçar.
  • É preto o prato do pato preto.
  • Gato escondido com rabo de fora tá mais escondido que rabo escondido com gato de fora.
  • Se o bispo de Constantinopla a quisesse desconstantinoplatanilizar não haveria desconstantinoplatanilizador que a desconstantinoplatanilizaria desconstantinoplatanilizadoramente.
  • O bispo de Constantinopla, é um bom desconstantinopolitanizador. Quem o desconstantinopolitanizar, um bom desconstantinopolitanizador será.
  • Se o Arcebispo-Bispo de Constantinopla a quisesse desconstantinoplizar, não haveria desconstantinoplizador que a desconstantinopllizasse desconstantinoplizadoramente.
  • Não confunda Ornitorrinco com Otorrinolaringologista, Ornitorrinco com ornitologista, Ornitologista com Otorrinolaringologista, Porque ornitorrinco É ornitorrinco, Ornitologista é ornitologista E otorrinolaringologista é Otorrinolaringologista.
  • O tempo perguntou ao tempo, Quanto tempo o tempo tem, O tempo respondeu ao tempo, Que não tinha tempo, De ver quanto tempo, O tempo tem.
  • O pinto pia, a pipa pinga. Pinga a pipa e o pinto pia. Quanto mais o pinto pia mais a pipa pinga.
  • O seu Tatá tá? Não, o seu Tatá não tá, Mas a mulher do seu Tatá tá. E quando a mulher do seu Tatá tá, É a mesma coisa que o seu Tatá tá, tá?
  • A aranha arranha a rã. A rã arranha a aranha. Nem a aranha arranha a rã. Nem a rã arranha a aranha. 
  • O doce perguntou pro doce Qual é o doce mais doce Que o doce de batata-doce. O doce respondeu pro doce Que o doce mais doce que O doce de batata-doce É o doce de doce de batata-doce.
  • Se cada um vai a casa de cada um é porque cada um quer que cada um lá vá. Porque se cada um não fosse a casa de cada um é porque cada um não queria que cada um fôsse lá.
  • Esta casa está ladrilhada, quem a desenladrilhará? O desenladrilhador. O desenladrilhador que a desenladrilhar,
    bom desenladrilhador será!
  • O sabiá não sabia Que o sábio sabia Que o sabiá não sabia assobiar.
  • Atrás da pia tem um prato Um pinto e um gato Pinga a pia, apara o prato Pia o pinto e mia o gato.
  • Tecelão tece o tecido Em sete sedas de Sião Tem sido a seda tecida Na sorte do tecelão.
  • Lalá, Lelé e Lili E suas filhas, Lalalá, Lelelé e Lilili E suas netas Lalelá, Lelalé e LeLali E suas bisnetas Lilelá, Lalilé e Lelali E suas tataranetas Laleli, Lilalé e Lelilá cantavam em coro LALALALALALALALÁ.
  • O que é que Cacá quer?  Cacá quer caqui.  Qual caqui que Cacá quer? Cacá quer qualquer caqui.
     
  • Para ouvir o tique-taque, Tique-taque, tique-taque, Depois que um tique toca E que se toca um taque.
  • Um ninho de carrapatos, cheio de carrapatinhos, qual o bom carrapateador, que o descarrapateará?
  • Pedreiro da catedral está aqui o padre Pedro? 
    – Qual padre Pedro? 
    – O padre Pedro Pires Pisco Pascoal. 
    – Aqui na catedral tem três padres Pedros Pires Piscos Pascoais. 
    Como em outras catedrais.
     
  • Tem uma tatu-peba, com sete tatu-pebinha. 
    Quem destatupebar ela, bom destatupebador será.
     
  • La vem o velho Felix com o fole velho nas costas.
    Tanto fede o velho Felix, quanto o fole velho nas costas do velho Felix, fede. 
     
  • O desinquivincavacador das caravelarias 
    desinquivincavacaria as cavidades 
    que deveriam ser desinquivincavacadas.
  • Um ninho de mafagafos, 
    com cinco mafagafinhos, 
    quem desmafagafizar os mafagafos, 
    bom desmafagafizador será. 
     
  • Há quatro quadros três e três quadros quatro.
    Sendo que quatro destes quadros são quadrados,
    um dos quadros quatro e três dos quadros três.
    Os três quadros que não são quadrados,
    são dois dos quadros quatro e um dos quadros três.
     
  • Sabendo o que sei 
    e sabendo o que sabes e o que não sabes 
    e o que não sabemos, 
    ambos saberemos se somos sábios, 
    sabidos ou simplesmente saberemos se somos sabedores.
     
  • Lá de trás de minha casa
    Tem um pé de umbu butando
    Umbu verde, umbu maduro,
    Umbu seco, umbu secando. 
     
  • O original não se desoriginaliza! 
    O original não se desoriginaliza! 
    O original não se desoriginaliza! 
    Se desoriginalizásemo-lo original não seria!
     
  • Tinha tanta tia tantã.
    Tinha tanta anta antiga.
    Tinha tanta anta que era tia.
    Tinha tanta tia que era anta.
     
  • Larga a tia, largatixa! 
    Lagartixa, larga a tia! 
    Só no dia em que a sua tia
    Chamar a largatixa de lagartixa. 
     
  • O caju do Juca
    E a jaca do cajá. 
    O jacá da Juju
    E o caju do Cacá. 
     
  • Olha o sapo dentro do saco
    O saco com o sapo dentro
    O sapo batendo papo 
    E o papo soltando vento.
     
  • Pardal pardo, por que parlas? 
    Parlo porque sempre parlei, 
    porque sou pardal pardo, parlador del-rei.
     
  • O tatuador tatuado tatuou a tatua do tatu. 
    Tatua tatuada enfezada, tatuou o tatu e o tatuador já tatuado!
     
  • Três bruxas suecas travestis olham os botões de três relógios Swatch suíços. 
    Qual bruxa sueca travesti olha qual botão de qual relógio Swatch suíço?
     
  • Tecelão tece o tecido
    Em sete sedas de Sião
    Tem sido a seda tecida
    Na sorte do tecelão.
     
  • Uma aranha dentro da jarra. 
    Nem a jarra arranha a aranha 
    nem a aranha arranha a jarra.
  • Maria-Mole é molenga, se não é molenga,
    Não é Maria-Mole. É coisa malemolente,
    Nem mala, nem mola, nem Maria, nem mole.
     
  • Pedro tem o peito preto, 
    O peito de Pedro é preto, 
    Quem disser que o peito de Pedro é preto, 
    Tem o peito mais preto que o peito de Pedro.
     
  • Se o papa papasse papa, 
    Se o papa papasse pão, 
    Se o papa tudo papasse, 
    Seria um papa-papão.
     
  • Sabendo o que sei e sabendo
    O que sabes e o que não sabes
    E o que não sabemos, ambos saberemos
    Se somos sábios, sabidos
    Ou simplesmente saberemos
    Se somos sabedores.
     
  • Se vaivém fosse e viesse, 
    vaivém ia, 
    mas como vaivém vai e não vem, 
    vaivém não vai.
     
  • Não sei se é fato ou se é fita,
    Não sei se é fita ou fato.
    O fato é que você me fita
    E fita mesmo de fato.
     
  • Disseram que na minha rua tem paralelepípedo feito de paralelogramos. 
    Seis paralelogramos tem um paralelepípedo. 
    Mil paralelepípedos tem uma paralelepipedovia. 
    Uma paralelepipedovia tem mil paralelogramos. 
    Então uma paralelepipedovia é uma paralelogramolandia?
     
  • Palma, palminha, 
    Palminha de Guiné 
    Pra quando papai vié,
    Mamãe dá a papinha, 
    Vovó bate cipó, 
    Na bundinha do nenê.
     
  • Bão, babalão, 
    Senhor Capitão, 
    Espada na cinta, 
    Ginete na mão. 
    Em terra de mouro 
    Morreu seu irmão,
    Cozido e assado 
    No seu caldeirão

     

     

     

    Ou Bão-balalão!(variação) 
    Senhor capitão! 
    Em terras de mouro 
    Morreu meu irmão, 
    Cozido e assado 
    Em um caldeirão. 
     

  • A lontra prendeu a
    Tromba do monstro de pedra
    E a prenda de prata
    De Pedro, o pedreiro.
     
  • Cinco bicas, cinco pipas, cinco bombas.
    Tira da boca da bica, bota na boca da bomba. 
     
  • Se a liga me ligasse, eu também ligava a liga.
    Mais a liga não me liga, eu também não ligo a liga.

Vídeos de trava línguas para crianças

Assista vídeos de trava línguas infantis. Tem Patati Patatá, Cocoricó e a turma do quintal da cultura.