Dieta da proteína

Saúde e Corpo2.079 Visualizações

Você já ouviu falar sobre a dieta da proteína? Quem já fez garante que é possível perder peso, enxugar gordura, emagrecer perder barriga com essa nova dieta. A característica principal da dieta da proteína é reduzir o consumo de carboidratos e substituir por proteínas. Assim sendo, menos carboidrato significa menos açúcar convertido em energia. E com a diminuição do nível de insulina no sangue também diminui o acúmulo de gordura na cintura e nos quadris.

 

Ao ingerir uma quantidade maior de alimentos com proteína a pessoa tem a sensação de saciedade por mais tempo, pois eles demoram mais para serem digeridos e absorvidos pelo organismo. Estudos revelam que consumir proteína no café da manhã multiplica em até cinco vezes a sensação de saciedade ao longo do dia.

 

A demora na digestão de proteínas faz ainda com que o organismo use a gordura para produzir energia, levando, portanto, à perda de peso. A proteína ingerida ajuda também na construção de músculos, que aceleram o metabolismo e, consequentemente, queimam mais calorias.

Uma das maiores restrições quanto ao consumo de carboidratos é com relação aos pães e massas. No entanto, não é preciso abolir pães e massas do cardápio, basta diminuir a porção e optar pela versão integral destes alimentos. Já o consumo da carne, alimento rico em proteínas, é permitido. Verduras também são permitidos durante a dieta da proteína.

 

Ingerir proteínas magras como aves, peixe, queijo branco, ovos e leguminosas associadas a carboidratos integrais e gordura saudável ajuda a ficar com a barriga sequinha, o sonho de 10 entre 10 pessoas que desejam emagrecer.

 

É claro que assim como qualquer dieta, a da proteína deve ser feita com orientação, já que se ingeridos em excesso os alimentos com proteína sobrecarregam os rins e provocam efeitos colaterais como anemia e desmaio. Por isso, leve em consideração que a dieta da proteína pode ser benéfica para outras pessoas, mas não para você. Assim sendo, o melhor a fazer é antes de iniciar a dieta da proteína ou qualquer outra dieta procurar um nutricionista. Para saber mais sobre os problemas que a dieta da proteína pode trazer, clique aqui.

DICAS PARA FAZER A DIETA DA PROTEÍNA

Assim, como qualquer tipo de dieta, a da proteína precisa ser feita com cuidado, pois tem algumas restrições. Confira as dicas para fazer uma dieta saudável.

  • A dieta da proteína não é recomendada para pessoas que praticam exercícios regularmente, pois o carboidrato, além de ser combustível para o organismo, ajuda a recuperar os músculos do desgaste causado pelos exercícios;
  • A dieta é recomendada para quem não pratica nenhum tipo de atividade física;
  • A dieta não deve ser mantida por muito tempo, pois a restrição de carboidratos no organismo por um longo período pode causar sintomas como dores de cabeça, náuseas, fraqueza e tontura;
  • A recomendação é fazer a dieta por 15 dias e, no máximo, se houver necessidade, prolongá-la por mais 15, num total de 30 dias (esse tempo não deve ser ultrapassado). Entre esse período (3 dias entre os primeiros e os últimos 15 dias) é permitida a ingestão de carboidratos, e a pessoa deve comer normalmente.

CAFÉ DA MANHÃ

Opção 1

  • 1 copo (200 ml) de leite de soja light batido com ½ papaia e 1 col. (sobremesa) de semente de linhaça triturada
  • 1 torrada integral
  • 1 fatia média de queijo de minas frescal light

Opção 2

  • 1 pote de iogurte natural desnatado misturado com 1 maçã picada
  • 1 torrada integral
  • 1 col. (sopa) de creme de ricota

LANCHE DA MANHÃ

Opção 1

  • 2 castanhas-do-pará
  • 1 xícara de chá branco

Opção 2

  • 1 noz média
  • 1 xícara de chá de gengibre

Opção 3

  • 2 fatias médias de queijo minas frescal light 0% de gordura  
  • 2 fatias de peito de peru

ALMOÇO

Opção 1

  • Salada de alface-crespa e rúcula com 4 rabanetes, temperada com 1 col. (sopa) de molho vinagrete
  • 1 posta média de salmão grelhado
  • 2 col. (sopa) de espinafre refogado
  • 1 kiwi pequeno

Opção 2

  • 1 filé (120 g) de frango grelhado
  • Salada mista: agrião, alface, espinafre, pepino, rabanete e brotos de feijão e alfafa, à vontade

Opção 3

  • Salada de alface lisa com 3 fatias de tomate e 1 col. (sopa) de grão-de-bico cozido, temperada com ¼ de col. (sopa) de azeite extravirgem, 1 col. (café) de vinagre balsâmico ou suco de limão e sal
  • 1 filé médio de pescada grelhada
  • 1 col. (sopa) de couve refogada
  • 1 fatia grossa de melão

LANCHE DA TARDE

Opção 1

  • 1 torrada integral
  • 1 fatia de queijo processado light
  • 1 xícara de chá de camomila

Opção 2

  • 3 cookies integrais
  • 1 copo (200 ml) de leite de soja integral

JANTAR

Opção 1

  • 1 prato (sobremesa) de berinjela, abobrinha e tomates grelhados com ¼ de col. (sopa) de azeite extravirgem
  • 1 filé médio de frango grelhado

Opção 2 

  • 1 filé (200 g) de peixe (pescada, merluza, badejo) ou
  • 1 peito (120 g) de frango grelhado +  Salada de folhas verdes de sua preferência, à vontade

Opção 3

  • Salada de agrião temperada com ¼ de col. (sopa) de azeite extravirgem, 1 col. (café) de vinagre
    balsâmico, sal e suco de limão
  • 1 posta média de salmão grelhado
  • 3 col. (sopa) de brócolis cozidos

CEIA

Opção 1

  • 2 fatias médias de tofu
  • ¼ de col. (sopa) de geleia diet

Opção 2

  • 1 pote de iogurte de frutas 0% de gordura