Como usar o cartão de crédito sem ficar endividado

Dicas Rápidas1.285 Visualizações

Hoje em dia existem duas maneiras mais comuns para o pagamento de compras: cartão de crédito ou crediário. Mas, qual é a diferença entre o cartão de crédito e o crediário? O cartão de crédito é um meio de pagamento eletrônico utilizado na compra de um bem ou contratação de um serviço. Ele possui um limite de compras definido pelo banco emissor. Se o pagamento não é feito na data estipulada, é cobrada taxa de juros.

 

Já o crediário consiste em vendas a créditos, que são pagas em prestações acrescidas de juros e correção monetária. O comércio ainda utiliza muito o crediário, que é oferecido ao consumidor na hora do financiamento da compra de bens. O pagamento pode ser feito com cheques pré-datados, carnês ou boletos bancários. Já os prazos de pagamento levam em consideração dados como a capacidade de pagamento do comprador e o tipo e o valor do bem financiado, por exemplo. As taxas de juros são fixadas pelas instituições financeiras que operam com as lojas comerciais.

Muitas pessoas acabam abrindo crediários no impulso ou então aceitando sem pensar o cartão de crédito que está sendo oferecido.  Isso acontece devido às facilidades que são oferecidas. No entanto, muita gente não tem controle sobre os seus gastos e acaba complicando o seu orçamento devido ao mau uso que faz do cartão de crédito e do crediário. Para evitar que a pessoa se endivide com os gastos excessivos, é importante tomar alguns cuidados básicos. 

 



 

Dicas para usar bem cartões de crédito

  • O fato de não fazer compras com dinheiro não significa que você não deva controlar os seus gastos com o cartão de crédito ou cartões de crédito (muitas pessoas têm mais de um cartão, o que dificulta ainda mais o controle dos gastos). Por isso, na hora de fazer o balanço mensal inclua as despesas com o cartão de crédito. Desta forma será mais fácil controlar o orçamento.
  • Para evitar excesso, estabeleça um limite para o uso do cartão ou cartões de crédito. Nunca exceda o limite estabelecido.
  • O pagamento do valor total da fatura deve ser pago dentro da data de vencimento. Se passar da data limite você começa a pagar taxa de juros, e a dívida pode crescer rapidamente se o pagamento não for feito.
  • Planeje as suas compras com o cartão de crédito.
  • Cuidado com as compras parceladas. Você pode ter a ilusão de que pagou tudo na primeira fatura e aí se exceder nas compras futuras, pois poderá se esquecer de que ainda tem outras parcelas para serem pagas. 

Dicas para usar bem o crediário

  • A primeira dica para quem tem crediário é utilizá-lo somente quando for necessário. Ou seja, tenha certeza de que está precisando daquele produto ou serviço.
  • Saiba administrar o crediário para não comprometer a renda mensal.
  • Planeje as suas compras com o crediário.
  • As baixas parcelas cobradas pelos comerciantes podem esconder alta taxa de juros, por isso não se deixe iludir.
  • Lembre-se que o valor das parcelas, geralmente, é inversamente proporcional ao número de mensalidades. Ou seja, quanto menor o preço das prestações, maior o prazo necessário para você terminar de quitar a compra do produto.
  • Não comprometa a sua renda mensal ou de sua família com o pagamento das mensalidades do crediário.
  • Não tenha pressa, e escolha o melhor crediário para você. Compare as ofertas e verifique o crediário que oferece menos risco de endividamento.
  • Uma dica importante é juntar um bom valor para dar entrada no produto que você deseja comprar. Isso é importante, já que quanto maior for o valor da entrada, menor será o valor das prestações e das taxas de juros.
  • Se possível, antecipe o pagamento das parcelas, já que os lojistas costumam oferecer descontos para os consumidores que pagam adiantado.