Como o Ibope consegue saber a audiência?

Comportamento1.646 Visualizações

Para saber como está a audiência de um programa de televisão, se um governo está sendo bem avaliado pela população ou se um candidato tem chances de chegar à prefeitura de determinada cidade são realizadas pesquisas de audiência, de opinião pública e eleitorais, respectivamente. No Brasil, muitas das principais pesquisas são realizadas pelo IBOPE. Mas, o que é IBOPE?

 

Criado em 1942 pelo radialista Auricélio Penteado, proprietário da Rádio Kosmos, de São Paulo e por Arnaldo da Rocha e Silva, o IBOPE (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) é hoje a maior empresa privada de pesquisa de mercado do Brasil e da América Latina, e a 12ª maior do mundo. Atualmente, o IBOPE está presente em todo o Brasil, nos Estados Unidos e em 13 países da América Latina.  

O IBOPE é responsável pela realização de uma série de pesquisas como de mídia, eleitorais, de opinião e mercado. O instituto mede a audiência da TV e de rádios, identifica o público leitor de jornais e realiza pesquisas eleitorais e de opinião pública e mercado. A pesquisa do IBOPE é requisitada, por exemplo, por diversas emissoras de televisão e de rádio, além de jornais e de agências de publicidade. O instituto também atua no mercado de pesquisa e informação nas áreas de geonegócios, produtos e serviços, marcas, comunicação e consumo, entre outras. 

COMO FUNCIONA A MEDIÇÃO DO IBOPE

Muitas pessoas têm curiosidade para saber como é feita a medição de audiência de uma telenovela ou de um telejornal. Para que a audiência seja aferida, o IBOPE faz uma pesquisa por amostragem. Ou seja, ele escolhe um número determinado de domicílios e, com autorização dos moradores, instala um aparelho eletrônico na televisão chamado de Peoplemeter.

Esses domicílios escolhidos pelo instituto de pesquisa irão representar a população, e só poderão participar da pesquisa por até quatro anos. Os endereços dessas residências são mantidos sob sigilo. 

Mas, que critérios são utilizados para escolher um ou outro domicílio? O critério é socioeconômico, ou seja, é preciso escolher famílias que representem a sociedade brasileira. Assim sendo, o IBOPE seleciona as famílias de acordo com o levantamento socioeconômico que é feito pelo próprio instituto.

E como é feita então a medição da audiência? O aparelho instalado nas residências é chamado de “Peoplemeter” e registra automaticamente qual canal e que programa está sendo assistido naquele determinado horário e se o telespectador muda de canal. Também é possível identificar a hora que a televisão foi ligada e desligada. 

Mas, e quando mais de uma pessoa vê a mesma televisão em casa? Como saber se é a mãe, o pai ou o filho que está em frente à televisão? Neste caso, cada morador ganha um controle remoto particular. Assim, quando a mãe está em frente à TV, por exemplo, o aparelho avisa que é ela quem está assistindo ao programa, e não o seu filho. Veja abaixo como é feito o cálculo para determinar os famosos pontos de audiência de um determinado programa de tv.

Em 1998, o IBOPE iniciou o serviço de medição de audiência de TV em tempo real em São Paulo. Ou seja, a aferição é feita minuto a minuto. A Grande São Paulo é o termômetro das medições, sendo que um ponto equivale a 60 mil domicílios, por isso a medição que é feita lá é transmitida diretamente para as emissoras de televisão que contratam o serviço do IBOPE. No entanto, outras regiões metropolitanas do Brasil também contam com o serviço de medição em tempo real: Grande Rio de Janeiro, Grande Belo Horizonte, Grande Recife, Grande Salvador, Grande Porto Alegre, Grande Curitiba e Distrito Federal. 

Em outras praças como Grande Florianópolis, Grande Manaus, Grande Belém, Grande Fortaleza, Grande Vitória, Grande Goiânia e Campinas, as informações são coletadas uma vez por dia, e os dados da medição são enviados no dia seguinte para os clientes. 

Depois que os dados são coletados, eles são transmitidos via internet para a central de dados do IBOPE, que faz a análise da audiência e envia relatórios completos com as informações para os clientes. 

Outro tipo de metodologia utilizado pelo IBOPE para medir a audiência da TV é a pesquisa caderno. Para participar, o telespectador precisa preencher um formulário com todos os horários dos programas que ele assistiu durante o dia em intervalos de 15 minutos. Depois, os cadernos são recolhidos a cada duas semanas, as informações são armazenadas em um banco de dados, as informações são projetadas para a população que se quer representar para cada mercado, e, por fim, são gerados os índices. Com base nas informações, as audiências são calculadas por programas e faixas de horários.