Como acabar com os ratos

Animais8.981 Visualizações

Os ratos, aqueles roedores tão detestáveis, nojentos e indesejáveis têm hábitos noturnos, por isso são mais vistos à noite, período em que suas atividades são mais intensas. Além dos chamados “ratos de telhado”, pois eles têm facilidade para escalar paredes, existem os ratos de esgoto ou ratazana, que têm mais habilidade para nadarem. Os ratos podem ser encontrados em casas, esgotos, valas negras e bueiros.

 

Frequentemente lemos nos jornais que em determinadas regiões das grandes cidades, como em favelas, os ratos estão invadindo casas e incomodando os moradores. Isso acontece porque muitos moradores de comunidades ainda moram em locais insalubres, e convivem com esgoto a céu aberto. Além disso, falta orientação para que os moradores saibam o que fazer para evitar a proliferação destes roedores tão indesejáveis, que comumente andam pelas casas ou são vistos durante o caminho da casa para a escola e vice-versa.

Não se pode, porém, afirmar que os ratos aparecem somente em favelas. Muitos prédios também necessitam fazer a desratização constante para evitar que eles invadam os apartamentos, ou então fiquem concentrados nas lixeiras dos edifícios. Isto porque o lixo espalhado em ruas, calçadas e nas lixeiras dos prédios atrai os ratos, que se alimentam de restos de comida e sujeira. E não, não adianta ter um gato em casa!

Por isso, além de desratizar o prédio é importante que as pessoas tenham cuidado com o acondicionamento do lixo, que deve ser colocado em sacos plásticos fechados ou em latões tampados. Ou seja, nada de espalhar o lixo em ruas e calçadas, principalmente nos dias em que não há previsão de passagem do caminhão de lixo para fazer o recolhimento. O lixo deve ainda ser mantido longe do solo, ou seja, em locais mais altos enquanto o carro de lixo não faz a coleta.

Canos quebrados e buracos nas paredes podem servir de esconderijo para os ratos, assim como o acúmulo de entulhos em ruas e calçadas. Já manter o mato cortado inibe a presença de ratos na vizinhança. Com alguns cuidados básicos, e com todos colaborando e fazendo a sua parte, é possível manter a sua rua, o seu bairro e a sua cidade mais limpa.

Além de dedetizar o ambiente, é preciso ter cuidado com as rações e a água deixada à noite para cães e gatos. Isto porque os ratos de esgoto precisam de 30 ml de água por dia, daí eles se sentirem atraídos pela água que é deixada nos reservatórios para cães e gatos domésticos. Para evitar essa aproximação, o conselho é trocar a ração e a água constantemente durante o dia e não deixar comida e água para os animais à noite. 

Ratos transmitem doenças

Além de nojentos, os ratos são transmissores de várias doenças para o homem. A mais conhecida é a leptospirose, doença causada por duas espécies de bactérias, que ficam alojadas nos rins dos ratos e são soltas na sua urina. Mas, como as bactérias entram em contato com o homem?

Normalmente, quando chove muito e ocorrem enchentes, a urina dos ratos se mistura à água, lama ou a alguns alimentos aquosos. Devido ao contato do nosso corpo com a água contaminada, as bactérias podem penetrar no homem pelas mucosas ou pela pele, principalmente se a pessoa estiver com algum machucado.

 



 

Uma das principais formas de prevenção da leptospirose é evitar o contato com a água e a lama. Se o contato for inevitável tente permanecer o menor tempo possível em contato com a água. Se não for possível, o recomendável é usar botas e luvas de borracha para não ter contato com a água contaminada. Mas, se não tiver botas ou luvas, o ideal é amarrar sacos plásticos duplos nas mãos e nos pés.

Muitas vezes as pessoas têm suas casas alagadas quando chove em grande quantidade. Por isso, depois é preciso limpar tudo. Assim sendo, quando as águas baixarem será necessário lavar e desinfetar o chão, as paredes, os objetos caseiros e as roupas. Para limpar o local e as roupas use água sanitária. A proporção correta é 4 xícaras de café de água sanitária para um balde de 20 litros de água. A seguir, enxague o ambiente e objetos com água limpa. Vale lembrar que todo alimento que teve contato com água contaminada deve ser jogado fora, pois pode transmitir a leptospirose, já que pode estar contaminado pelas fezes, saliva, sangue ou urina dos ratos.

É importante ainda limpar e desinfetar a caixa d’água com uma solução de água sanitária. Confira como é o procedimento.

  • Esvazie e lave a caixa d’água, esfregando bem as paredes e o fundo.
  • Após a limpeza, adicione 1 litro de água sanitária para cada 1.000 litros de água no reservatório.
  • A seguir, abra a entrada principal da água e encha a caixa d’água com água limpa. Feche o registro depois que a caixa estiver cheia.
  • Após 30 minutos, abra as torneiras por alguns segundos para que essa água misturada com água sanitária entre na tubulação.
  • A desinfecção deve ser feita durante uma hora e trinta minutos.
  • Abra novamente as torneiras, para drenar toda a água. A água que sai pelas torneiras pode servir para a limpeza de chão e paredes.
  • Encha novamente a caixa com água limpa. 

Veneno para ratos

As ratoeiras são sempre lembradas quando o assunto é como eliminar os ratos. No entanto, é preciso levar em consideração que se deve escolher as iscas de forma adequada, já que há iscas específicas para os ratos de esgoto ou ratazanas e outras para os camundongos. Há que se levar em conta ainda que, às vezes, as ratoeiras falham, pois o rato pode ser muito grande e, por isso, não ser atingido pela haste que deverá acertá-lo. Ou então, o camundongo pode ser mais esperto e capturar a isca pelo lado de traz da ratoeira, não sendo, portanto, atingido pela armadilha.

Na maioria das vezes o rato não morre quando é atingido pela ratoeira, mas ele fica preso. Então, se você tem animais de estimação em casa, o mesmo pode acontecer com seu gato ou cachorro, por exemplo.  Por isso, se você optar pela ratoeira tome cuidado com os outros animais, já que eles podem pensar que a armadilha é um brinquedo e aí podem se machucar seriamente.  

Mas, se as ratoeiras não são tão eficientes assim, como eliminar os ratos? Para matar os ratos, as pessoas buscam mais por veneno para rato, como, por exemplo, o chumbinho, que deve ser manuseado com muito cuidado. Isto porque o mau uso do chumbinho pode causar intoxicação, tanto para o homem quanto para os animais domésticos. E o pior, o chumbinho pode levar ao óbito se os sintomas não forem detectados a tempo e a pessoa não for socorrida rapidamente.

É importante ressaltar ainda que o veneno para rato deve ser misturado à comida, já que o cheiro do veneno espanta o roedor. Por isso, não adianta colocar somente o veneno nos cantos da casa, ou seja, será preciso que o rato coma algo envenenado.

Outra dica é colocar veneno parafinado pela casa. No entanto, esse tipo de veneno contém resíduos que os ratos podem identificar como sendo perigosos. Aí, ao invés de muitos ratos serem contaminados, somente um ou dois irão cair na armadilha (os ratos mais fracos é que experimentam os novos alimentos). E depois, quando os outros perceberem que seus companheiros foram eliminados, dificilmente os restantes irão se aproximar do veneno.  

Assim sendo, não adianta colocar veneno para rato que provoque a morte dos roedores imediatamente. Se isso ocorrer, os outros ratos irão perceber que é uma armadilha e irão rejeitar a isca.

OBS: Lembre-se sempre de deixar o veneno longe do alcance de crianças e de animais de estimação, pois são extremamente prejudiciais à saúde.

Mas, se você não quer se arriscar e espalhar veneno pela casa, então a dica é fazer a dedetização com uma empresa especializada nesse tipo de trabalho.   

Veneno caseiro para ratos

Além de os venenos tradicionais para eliminar os ratos, você pode preparar um veneno caseiro muito bom e que irá proporcionar o efeito desejado. Só é preciso tomar cuidado para que animais e bebês não cheguem perto de determinadas misturas como cimento branco e achocolatado, por exemplo.

  • Feijão Cru

Pegue uma xícara de feijão cru e moe no liquidificador (sem água). O feijão vai virar uma farofinha que deve ser colocada em vários cantos da casa, ou seja, perto de portas, janelas, atrás do fogão e da geladeira, por exemplo. Uma colher de chá de farofa de feijão cru é suficiente.

Os ratos comem essa farofinha e morrem envenenados naturalmente com a fermentação, pois eles não possuem substâncias para digerir o feijão cru. Os ratos morrem em até 3 dias.

Não há contra indicação para a ingestão do feijão cru por animais de estimação como cães e gatos, pois a quantidade de feijão não é suficiente para envenená-los.

Se porventura os bebês, que gostam de por tudo na boca, ingerirem a farofinha de feijão cru, não há com o que se preocupar, pois o feijão mesmo cru é digerido pelo humano.

  • Cimento branco

Pegue uma pequena porção de cimento e misture com chocolate em pó. Misture os dois ingredientes com um pouco de água. Depois coloque pequenas porções em alguns pontos onde o rato costuma aparecer.

Os ratos comem essa mistura, pois o cheiro e o sabor do achocolatado os atraem. A mistura endurece no estômago dos ratos, pois eles comem e bebem água, levando o roedor até a morte.

OBS: Tenha cuidado e não deixe essa mistura ao alcance de crianças e de animais de estimação.