Acabe com a dor no pescoço

Saúde e Corpo3.293 Visualizações

O estresse do dia-a-dia, as horas em que ficamos de pé ou sentadas em frente ao computador faz com que o nosso corpo reclame, e aí chegam as dores no pescoço e nas costas. Dependendo do grau da dor, a pessoa começa a sentir rigidez no pescoço que pode evoluir para um torcicolo, ou seja, o pescoço fica duro e não consegue se mover para um dos lados.

 

Não existe somente um motivo para a dor no pescoço. Ela pode surgir devido a má postura, à posição errada de dormir, a um trauma, a um movimento brusco, a problemas emocionais ou então sem nenhuma causa aparente. Por isso, é preciso investigar, principalmente se a pessoa sente dor no pescoço constante. Mesmo porque se há dor, é porque existe problema.

O estresse é um dos vilões da dor no pescoço. Quando os músculos localizados atrás do pescoço ficam sobrecarregados, eles sofrem contrações e, por isso, surge a dor, que pode ser irradiada para os ombros. E se a dor no pescoço envolver os nervos, o mais comum é a pessoa sentir formigamento, dormência ou fraqueza no braço ou na mão.

Mas não é somente a tensão, o estresse e o esforço físico e muscular que podem provocar dores no pescoço. A região também pode ser afetada se ocorrer ruptura de disco, infecção na coluna, doenças como fibromialgia (dor crônica que migra por vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nos tendões e nas articulações), fraturas provocadas por osteoporose, câncer na coluna e estreitamento do canal espinhal, por exemplo. Quedas e acidentes que resultam em traumas também podem provocar sérias lesões na região do pescoço.

 

Você sabia que dor no pescoço pode ser sinônimo de meningite? Por isso, se tiver febre e dor de cabeça e seu pescoço estiver tão rígido que não seja possível tocar o peito com o queixo, vá imediatamente para o hospital. Pode ser meningite. E em caso de a pessoa apresentar sintomas idênticos a um ataque cardíaco, como falta de ar, náusea, vômito, suor ou dor no braço ou na mandíbula a recomendação é procurar o médico o mais rapidamente possível.

Também é indicado que a pessoa preste atenção se a dor não desaparecer com doses normais de analgésicos de venda livre; se a dor piorar ao deitar ou se fizer com que você acorde durante a noite; se tiver dificuldade para engolir ou respirar juntamente com a dor no pescoço; se tiver glândulas inchadas ou um caroço no pescoço ou se a dor for tão forte que a pessoa não fique confortável. Ou seja, não espere o quadro se agravar cada vez mais, quanto antes for diagnosticado o porquê da dor, mais rapidamente será iniciado o tratamento. 

TRATAMENTO PARA DOR NO PESCOÇO

Antes de iniciar o tratamento para dor no pescoço, é importante identificar a causa do torcicolo, já que esta pode ser mais de uma. Entre os tratamentos indicados está a ingestão de medicamentos como analgésico ou anti-inflamatório. Também é recomendável fazer aplicações de frio e calor. O gelo tem efeito anti-inflamatório enquanto que a compressa quente ajuda a relaxar a musculatura. Alongamentos e fortalecimento da musculatura do pescoço completam o tratamento.

Durante os primeiros dias de tratamento, é recomendável reduzir as atividades normais que incluem levantar peso ou torcer as costas ou o pescoço. Após um período de duas ou três semanas, os exercícios de alongamento e fortalecimento podem ser retomados, mas sempre com a orientação de um fisioterapeuta.   

Não é recomendável durante a recuperação inicial a prática de exercícios como jogar futebol ou golfe, correr, fazer abdominais com as pernas estendidas, fazer ballet ou levantar peso.

Vale lembrar que o ideal é procurar um médico antes de iniciar o tratamento, pois somente ele poderá dizer o que é certo fazer conforme a gravidade do caso. Mesmo porque se você fizer algo por conta própria, e de forma errada, ao invés de solucionar o problema você estará prejudicando ainda mais a sua recuperação.

COMO PREVENIR AS DORES NO PESCOÇO

Assim como as dores nas costas, as dores no pescoço incomodam, e muito. Por causa do uso prolongado do computador, por exemplo, é grande o número de pessoas que reclama de dores nos músculos e nos nervos. Por isso, quem passa horas em frente ao computador deve ter cuidados extras com a postura. A seguir, confira algumas medidas de prevenção para o seu dia-a-dia.

  • Para evitar dores no pescoço, a tela do computador deve ficar na altura dos olhos. Isso evita que você fique olhando constantemente para baixo. E desta forma também evita tensão na região cervical.
  • Se você passa a maior parte do dia em frente ao computador, movimente a cabeça a cada 45 minutos ou de hora em hora. Faça movimentos lentos com a cabeça no sentido de rotação e faça flexão e extensão do pescoço.
  • A postura é importante enquanto estiver sentada, por isso mantenha as costas apoiadas e os pés apoiados no chão ou em um suporte apropriado para apoiar os pés. Isso ajuda a reduzir a pressão sobre as costas.
  • Se estiver lendo sobre a mesa coloque um suporte no nível dos olhos para apoiar o livro.
  • Evite ficar na mesma posição por longos períodos. Sente-se, levante, caminhe e alongue o corpo.
  • Não é recomendável dormir de bruços, assim como se deve evitar dormir no sofá usando o apoio lateral para colocar a cabeça.
  • O telefone não deve ficar apoiado entre os ombros e a orelha enquanto você fala. Se a ligação durar muito, o ideal é utilizar um fone de ouvido, principalmente se você tiver que estar com as mãos livres para digitar ou escrever.
  • Se o pescoço estiver dolorido e inflamado, aplique uma bolsa de gelo no local.
  • Nos dias frios, agasalhe-se bem e evite tomar friagem.
  • É cada vez maior o tempo em que as pessoas ficam paradas no trânsito. Por isso, é preciso cuidar do pescoço e da postura. Mantenha os braços esticados e as mãos firmes no volante. E use um encosto de cabeça ajustado ao corpo.
  • Use um travesseiro apropriado para dormir. Ele não deve ser nem muito fino nem muito grosso e deve ficar encaixado entre a extremidade do ombro e o início do pescoço.
  • A melhor posição para dormir é de lado. Coloque o travesseiro embaixo da cabeça, nunca dos ombros, para deixar a cabeça no mesmo alinhamento da coluna vertebral. E ao deitar de lado a orelha deve estar na mesma linha do ombro.
  • Quando for pegar algum objeto que caiu no chão ou levantar peso, lembre-se de se abaixar, de dobrar os joelhos, para não forçar a coluna e o pescoço.
  • Para aliviar a dor, faça massagens suaves com óleos aromáticos ou anti-inflamatórios em gel ou creme.